Categorias
Opinião

A Grande Depressão de 1929 e a crise do COVID!

O que o passado pode nos dizer sobre o que pode acontecer em um futuro breve com o mercado acionário?

É sobre isso que iremos discutir nesse artigo. No início do ano, alguns portais até publicaram matérias informando que poderíamos estar prestes a presenciar o maior desastre econômico desde a Grande Depressão. No entanto com a recuperação dos mercados acionários, e com o S&P500 batendo novo record no exato momento em que escrevo, essas notícias desapareceram. Até parece que está tudo normal, que não é preciso usar máscaras para sair na rua, e que Nova York está com suas ruas lotadas como de costume.

Times Square 2020

Sabemos que a única coisa que está sustentando os mercados são as injeções de liquidez promovidas pelos Bancos Centrais, e que isso é insustentável no longo prazo. Por isso deveríamos supor que a alta que estamos presenciando também é insustentável, mas o Bull Market destrói a racionalidade das pessoas e a ganância faz ignorarmos riscos e esquecermos do passado.

“Se queres prever o futuro, estuda o passado.” -Confúcio

Mas o que o passado nos diz?

Dow Jones durante a Grande Depressão de 1929.
Dow Jones durante a crise do COVID, 2020;

Em 1929 temos o gráfico semanal, no de 2020 o gráfico diário. Em 2020 tivemos a queda mais rápida da história de Wall Street seguida da recuperação mais rápida. O que é que nos espera?

(risos)Quando Jerome Powell conseguir imprimir empregos eu me convenço que essa alta dos mercados é sustentável. Enquanto isso prefiro ficar na posição de um sniper, ajustando a mira e sem pressa.

Aproveite e confira esse novo post em que falo a respeito da provável trajetória do dólar Até onde vai o dólar?

Por Felipe SW

Uma resposta em “A Grande Depressão de 1929 e a crise do COVID!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *